Como lidar com gente fofoqueira no ambiente de trabalho?

Como lidar com gente fofoqueira no ambiente de trabalho

Gente fofoqueira tem em todo lugar, mas quando eles estão no seu próprio ambiente de trabalho, isso pode acabar diminuindo e muito a sua produtividade.

Gente fofoqueira sempre existiu e sempre existirá. É um tipo de personalidade curiosa e intrometida, que adora tomar conta da vida alheia. De acordo com um estudo realizado no NUBE (Núcleo Brasileiro de Estágios) com quase 7 mil pessoas, a pior característica de um profissional é ser fofoqueiro, seguida dos ranzinzas e enrolados. O resultado deste estudo mostra quanto esse indivíduo pode afeitar diretamente no clima da empresa e ser motivo para causar atritos entre boa parte de seus colegas. Geralmente, nunca se sabe do que o fofoqueiro é capaz. O fato é que ninguém consegue manter uma firmeza na relação com ele e muito menos ter certeza de sua ética. E isso independe de sua posição na empresa.

Afinal de contas, o que será que pode ser definido como fofoca? De acordo com dezenas de especialistas, é uma conversa com tom de sigilo ou especulação. O fofoqueiro gosta de compartilhar informações inflamadas e boatos sem nem ao menos ter certeza de que são verdade e faz isso por puro prazer, além de que, muitas vezes, pode usar essa informação como moeda de troca.

Tem alguém fofocando? Saia de perto
Se você está passando pelo corredor bem na hora de uma fofoca e acaba escutando o que estão dizendo, não interfira nem queira dialogar com quem está submetendo-se à isso. Mesmo que você seja chamado para a conversa, dê uma desculpa qualquer e saia de perto para não estimular este ato ainda mais. Além disso, fique em alerta, pois você já sabe quem é capaz de fofocar sobre os outros colegas, e uma das fofocas pode ser sobre você. Em algumas empresas, sempre vai ter um grupinho que vai fazer uma fofoca qualquer na hora do almoço, por exemplo. O importante é digerir o que você ouve e nunca tomar aquilo um ponto de referencia para conclusões. Neste caso, aprenda a lidar com isso de uma forma natural, mas sem se envolver demais.

Não se conteve e ouviu alguma coisa? Não espalhe!
A fofoca está rolando solta e você não sabe se conversa com o alvo da conversa ou se dá um sermão naqueles que estão partilhando deste ato maligno. Bom, para evitar brigas e desentendimentos gratuitos dos dois lados e manter a paz no ambiente de trabalho, o melhor mesmo é não repassar essa informação para terceiros. Quase sempre, o fofoqueiro que nota que você não repassa o que ouve, ele se cansa do hábito e acaba deixando isso de lado, pelo menos com você, pois ele sabe que isso nasce e morre ali mesmo, e para ele isso não tem graça, além de ele ficar sentindo-se mal por estar fazendo isso.

Desmascarando a fofoca
Em alguns casos, dependendo do teor da fofoca, o ideal é tomar certas atitudes a fim de evitar um estrago ainda maior. Se você notar que a fofoca é muito apimentada e pode acabar mandando alguém embora, e se, principalmente, este alguém não tem nada a ver com o que está acontecendo, nem culpa, é essencial que você intervenha. Assim como desvio de comportamento negativo, o ambiente corporativo pode ficar comprometido com o que ocorrer e, sabendo disso, você precisa alertar seus chefes e, se o fofoqueiro for um conhecido de longa data, orientar a pessoa para que ela mude sua conduta errônea.

Acesse Jobtonic.com.br e procure seu trabalho de motoboy em Belo Horizonte, BH!

Compartilhe
Share on Facebook3Share on Google+0Tweet about this on Twitter